Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
10/07/24 às 10h20 - Atualizado em 10/07/24 às 10h23

Curso de medicina da Escs recebe Certificado de Acreditação

COMPARTILHAR

A cerimônia de reconhecimento foi realizada nesta quarta-feira (10), na sede do Conselho Federal de Medicina

 

Natalia Oliveira, da Fepecs

 

A Escola Superior de Ciências da Saúde (Escs) recebeu, nesta quarta-feira (10), o certificado de curso acreditado, em reconhecimento à qualidade do ensino dedicada a futuros médicos que estudam na instituição. A cerimônia para entrega do título foi realizada na sede do Conselho Federal de Medicina (CFM), entidade responsável pelo Sistema de Acreditação de Escolas Médicas (Saeme), que avalia cursos de medicina em todo o país. Durante o evento, outras dez faculdades, além da Escs, receberam a certificação e entraram para uma seleta lista de 59 instituições de ensino com cursos acreditados pelo Saeme.

 

A certificação é uma conquista conjunta, da Escs e sua mantenedora, a Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde (Fepecs), além da Universidade do Distrito Federal Professor Jorge Amaury Maia Nunes (UnDF), a qual a escola é integrada. Satisfeito com o resultado positivo, o diretor da Escs, Demétrio Gonçalves Gomes afirma que “a acreditação pelo Saeme é fundamental para a escola, e não apenas valida a qualidade do ensino, da pesquisa e da extensão, mas também impulsiona a instituição a se manter em conformidade com os padrões de excelência”. Para ele, “a certificação também auxilia na promoção da melhoria contínua e no reconhecimento dentro do campo da educação médica e da saúde”.

 

Para obter o certificado, a Escs passou por um processo dividido em quatro etapas. Na primeira, preencheu um questionário online que abrange cinco domínios: gestão educacional; programa educacional; corpo docente; corpo discente e ambiente educacional. Na fase seguinte, os dados foram analisados por uma Comissão de Avaliação, que, após aprovar os requisitos, marcou a data da visita ao curso de medicina, com uma equipe composta por quatro avaliadores, sendo um discente. A visita ocorreu no período de 8 a 10 abril- ocasião em que os avaliadores puderam conhecer a direção, coordenação e corpos docente e discente do curso.

 

Coordenadora do curso de medicina, Márcia Cardoso Rodrigues comemora o êxito do processo e assegura que “esse reconhecimento foi baseado em avaliação padronizada, comprovando que atendemos a requisitos previamente definidos e que temos competência para realizar o nosso papel de modo eficaz e seguro”. Ter um curso acreditado pelo Saeme significa também uma autenticação exterior, tendo em vista que a instituição é reconhecida internacionalmente pela World Federation Of Medical Education, o que indica alto padrão de qualidade. “Considerando o nosso compromisso com uma medicina de qualidade e que alguns dos egressos têm necessidade de validação do diploma no exterior, ser formado em um curso acreditado pelo Saeme é um facilitador, o que foi a mola propulsora para nos submetermos a esse processo de avaliação”, pontua a coordenadora.

 

No Distrito Federal, apenas a Universidade de Brasília (UnB) contava com o reconhecimento que, agora, será compartilhado com a Escs. O certificado entregue nesta quarta-feira (10) possui vigência até junho de 2030. De acordo com Márcia, “é uma grande expectativa estreitar a relação com as demais escolas certificadas visando a troca de experiências e a qualificação do processo de ensino-aprendizado”.

 

 

Tentativa anterior

 

Em 2020, a Escs já havia tentado a certificação, que, devido ao não cumprimento de alguns critérios, não foi possível receber. De lá para cá, o grupo gestor do curso de medicina, tendo como base as recomendações do relatório da vista anterior, dedicou-se ao entendimento dos itens identificados como insuficientes e se empenhou para solucioná-los.

 

Além disso, para obtenção do certificado, foi fundamental o envolvimento e comprometimento de toda comunidade acadêmica, com a criação de um grupo de trabalho, e a participação ativa do corpo docente. Também houve sensibilização de estudantes e de gestores dos cenários de prática, e divulgação nas mídias sociais, para que todos tomassem conhecimento de que o curso estava em processo de acreditação.

 

O caminho até a obtenção do certificado foi longo. Houve necessidade de adequação e correção de processos, mas a metodologia ativa utilizada na Escola para garantir que os alunos tenham uma vivência prática da medicina desde o início do curso, com certeza, foi um dos fatores que influenciou no resultado positivo deste ano.

 

Requisitos para manutenção do certificado

 

Uma vez recebida a certificação de curso acreditado pelo Saeme, não há garantia de que o título tenha vigência até o prazo estabelecido, sem que haja esforço por parte da instituição de ensino. Para manter o certificado, o Saeme considera fundamental que o curso permaneça funcionando com a qualidade certificada durante todo o processo de acreditação, que é de seis anos, até sua renovação, ou nova avaliação. A entidade também monitora, anualmente, indícios de irregularidades veiculados pela imprensa; alterações na mantenedora e/ou estrutura do curso; mudança na constituição do corpo docente, dentre outros critérios.

 

Por fim, para permanecer como curso acreditado, a cada três anos, a coordenação deve elaborar relatório constando: como se encontra o curso, considerado o intervalo de tempo da visita presencial e acreditação até o momento atual; como foram encaminhadas as recomendações realizadas pelo sistema em relação aos subdomínios nos quais havia insuficiência; e descrição se as boas práticas identificadas continuam se desenvolvendo regularmente, se ocorreram inovações ou eventuais interrupções.

Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde - Governo do Distrito Federal

FEPECS

SMHN 03 - conjunto A - bloco 1 - Edifício FEPECS
CEP: 70701-907