Estudantes de enfermagem participam de imunização de pessoas em situação de rua

O trabalho de vacinação foi voltado às pessoas, em vulnerabilidade social, que se estavam abrigadas no Autódromo Internacional Nelson Piquet.

 

Estudantes de enfermagem da Escola Superior de Ciências da Saúde (ESCS), mantida pela Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde (FEPECS) participaram de uma ação conjunta entre a Secretaria de Saúde do Distrito Federal, a Fiocruz e a ESCS/FEPECS, onde foi realizada a vacinação de 208 pessoas em vulnerabilidade social, que estão alojadas no Autódromo Internacional Nelson Piquet.

Além disso, houve também a realização de 75 atendimentos, inclusive para os trabalhadores do Serviço de Limpeza Urbana- SLU. Foram administradas doses contra influenza, hepatite B, febre amarela e tétano, além de receberem doses da vacina tríplice viral, que protege contra sarampo, caxumba e rubéola.

Essa atividade fortalece o vínculo ensino, serviço e comunidade, além de facilitar o processo de ensino-aprendizagem. Tudo foi supervisionado pelos docentes Adriano e Luciene. A interna de Enfermagem Beatriz Fernandes relata que a ação foi efetiva e ressalta a importância do cartão de vacinação em dia.

“Foi bem proveitoso e teve boa adesão, como são pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade. É importante que elas sejam imunizadas contra essas doenças.", declarou a interna de enfermagem.

Ainda de acordo com a estudante Beatriz Fernandes, o cuidado e prevenção são essenciais para a prevenção não só da Covid-19, mas também de outras infecções. 

"A pandemia de Covid-19 é uma situação inédita para a nossa geração. No entanto, outras infecções graves continuam a circular. Não podemos nos descuidar”, declarou a interna de enfermagem", afirmou Beatriz Fernandes.