Residentes da terapia intensiva da ESCS participaram de ação em

apoio aos profissionais de saúde da atenção básica 

Os residentes de enfermagem em terapia intensiva da Escola Superior de Ciências da Saúde (ESCS), mantida pela Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciência da Saúde (FEPECS) participaram de uma ação, no início do mês de agosto, para apoiar os profissionais de saúde, médicos, enfermeiros e técnicos da atenção básica, ampliando os conhecimentos a cerca de paramentação, intubação e reanimação cardiopulmonar em pacientes acometidos pela COVID-19. Foram desenvolvidos folders e realizado atividades práticas junto a esses profissionais. A equipe da superintendência da região sul enviou uma nota de agradecimento.

O residente Alex Pereira dos Santos ressaltou a importância de participar dessa ação junto com a equipe da Unidade Básica de Saúde (UBS).

“Realizar essa atividade foi muito importante, pois além de contribuir com a equipe da UBS através das aulas, tivemos momentos para discussão e troca de experiências a respeito das temáticas abordadas. Como profissionais da saúde e residentes, uma ótima maneira de colocar em prática um dos papéis da Enfermagem: o de educadores e disseminadores de informações com base científica. Saímos de lá com a sensação de termos contribuído para uma assistência de qualidade e direcionada”, destacou o residente Alex Pereira.

O docente responsável por coordenar a ação, Pablo Ribeiro de Sousa, declarou que essa integração entre os residentes de enfermagem e a equipe da UBS é uma excelente oportunidade de troca de experiências entre a atenção primária e terciária.

“A participação dos residentes nessa atividade pode contribuir com a troca de experiências entre a atenção primaria e terciária. Creio ter sido uma excelente oportunidade de crescimento entre os profissionais e que proporcionará um melhor atendimento aos usuários vítimas da COVID-19. Essa integração proporciona o cumprimento do princípio do SUS que visa à integralidade do atendimento e ainda trouxe mais uma ação de saúde, dentre as várias já executadas pela ESCS, de apoio na melhoria da saúde do cidadão brasiliense”, afirmou Pablo Ribeiro.