Estudantes de Enfermagem da Escs falam sobre aTerapia Comunitária

O objetivo desse projeto é desenvolver posts informativos sobre práticas integrativas disponíveis no SUS

Os estudantes da 3° série do Curso de Graduação de Enfermagem da Escola Superior de Ciências da Saúde, mantida pela Fundação de Ciências da Saúde (Escs/Fepecs), Lorena da Silva, 24 anos e Tiago Estrela Amorim, 20 anos criaram posts informativos sobre a terapia comunitária. De acordo com os estudantes, informar a comunidade sobre a importância dessas práticas voltadas para a saúde mental é de grande valia.

Diante da pandemia causada pelo novo coronavírus, as reuniões presenciais da terapia comunitária estão suspensas por conta da necessidade de prevenção da doença. Em tempo de distanciamento social, os alunos decidiram usar as redes sociais para divulgar todas as informações e benefícios que a terapia comunitária pode agregar para a saúde mental das pessoas de todas as idades.

De acordo com o enfermeiro Suderlan Sabino, atualmente a terapia comunitária está ocorrendo nos CAPS ad e CAPS I em Sobradinho, por voluntários de forma remota.

O material produzido foi divulgado no Youtube (ESCS Enfermagem em Ação) nos instagrans (@divulguescs) (@instafepecs) para serem utilizados na educação em saúde da comunidade local.