ESCS/FEPECS realiza cerimônia de acolhimento para novos residentes da SES-DF 2020

Os 60 anos da Residência Médica e os 15 anos de criação da Residência Profissional de Saúde no DF foram celebrados em cerimônia no auditório da Câmara Legislativa

 

A Gerência de Residência, Especialização e Extensão (GREEx), da Escola Superior de Ciências da Saúde (ESCS), que faz parte da Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde (FEPECS), juntamente, com a Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), por meio de proposta do deputado distrital Jorge Viana (Podemos), promoveram, no dia 2 de março, cerimônia de acolhimento aos 745 novos residentes que iniciam especialização nos cenários de saúde da Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF), sendo 425 do Programa de Residência Médica e 320 do Programa de Residência Uni e Multiprofissional.

O evento ocorreu no auditório da CLDF que teve sessão solene em comemoração aos 60 anos da Residência Médica no DF pela manhã, com homenagens aos pioneiros do Programa de Residência na capital federal, entre eles, Francisco Pinheiro da Rocha, patrono da Residência Médica do DF, e Jofran Frejat, fundador da ESCS e ex-secretário de Saúde. Pela tarde, foi realizada cerimônia de homenagem aos 15 anos de criação da Residência em Áreas Profissionais da Saúde e aos seus fundadores, entre eles, Rita de Cássia Minetto, enfermeira da SES-DF aposentada.

A gerente da GREEx/ESCS/FEPECS, Dra. Vanessa Campos, deu as boas-vindas aos novos residentes e relatou a história dos Programas de Residência Médica e Uni/Multiprofissional no DF, além de destacar a importância de reconhecer o trabalho dos pioneiros na criação desses programas.

“Essas pessoas foram muito importantes para que hoje a SES-DF tenha os nossos residentes apreendendo e atuando na assistência. Temos o maior número de residentes do país. A Secretaria de Saúde do DF investe mais do que o total de bolsas que o Ministério da Saúde financia para todo o Brasil. Muitas instituições destinam as suas bolsas somente para medicina. Aqui acreditamos na interprofissionalidade e no compartilhamento de conhecimento entre todos os profissionais de saúde com o objetivo de atingir o nosso bem maior que é a saúde do nosso paciente”, ressaltou Dra. Vanessa.

O diretor executivo da FEPECS também registrou o histórico da Residência no DF e o pioneirismo dos programas da área médica e da residência uni/ multiprofissional.

“Devemos pensar em agrupar os pensamentos entre as diversas categorias profissionais de saúde para que o tratamento seja não só eficiente, mas eficaz. No DF, cresceu não só a residência médica, mas a residência multiprofissional, vocês são aquelas empresas ambulantes com missão, visão e valores, que vão fazer a diferença para a população”, destacou o diretor da Fepecs.

O deputado distrital Jorge Viana destacou a aprovação da lei da preceptoria votada na CLDF em dezembro do ano passado e sancionada pelo governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB). “A aprovação da Lei garantiu a continuidade dos programas de residência de 2020 e para frente. Todos nós nos juntamos Escs, Fepecs, a Câmara Legislativa e o executivo, para garantir que essa lei se tornasse realidade. Ela dispõe sobre a preceptoria nas carreiras médicas, de cirurgião dentista, enfermeiro e de assistência pública à saúde, finalmente, tornando a atividade amparada e, devidamente regulamentada, pela legislação do DF. Essa foi uma grande conquista para todos nós”, disse Viana.

O auditório da CLDF lotou com a presença dos residentes, familiares, amigos e muitos homenageados que foram responsáveis pela criação da residência médica e da multiprofissional no Distrito Federal. As representantes das Comissões de Residência Médica (Coreme) e Uni/Multiprofissional (Coremu), Viviane Cristina Peterle e Nayara Lisboa, respectivamente, também participaram das mesas de abertura de acolhimento dos residentes, juntamente, com o diretor da ESCS, Ubirajara Picanço. Autoridades como o presidente do Conselho Regional de Medicina, Farid Sanches, a deputada distrital Arlete Sampaio (PT), o senador Izalci Lucas (PSDB), o ex-secretário de saúde do DF e fundador da ESCS, Jofran Frejat e os representantes dos residentes de medicina, Samuel Alencar, e da uni/multiprofissional, Maurício Hirata, também fizeram parte das solenidades.