Diretrizes Pedagógicas

Diretrizes Pedagógicas

O enfoque da Educação Permanente representa uma importante mudança na concepção e nas práticas de capacitação dos trabalhadores dos serviços. Supõe inverter a lógica do processo ensino-aprendizagem, incorporando ensino e aprendizado à vida cotidiana, modificando as estratégias educativas e reconhecendo a prática profissional como fonte de conhecimento e de problemas. Assim, os profissionais tornam-se atores reflexivos da prática e construtores do conhecimento e de alternativas de ação, ao invés de receptores de conteúdos previamente identificados. Aproximar a educação da vida cotidiana é fruto do reconhecimento do potencial educativo da situação de trabalho (Davini, 2006)

Pautada nas diretrizes da Política Nacional de Educação Permanente em Saúde (PNEPS), a EAPSUS compreende que seus projetos educativos podem e devem incluir, em uma ou mais etapas de seu desenvolvimento, atividades desenhadas para produzir aprendizado em sala de aula, como parte do processo e integradas a uma visão de educação ampla e permanente. Os momentos de trabalho em sala de aula são momentos de retroalimentação para análise da prática e para a proposição e desenvolvimento de novas ações. Adicionalmente, esses momentos são cruciais para o planejamento de tarefas de mediação institucional que possibilitem a criação ou extinção de contextos organizativos que favorecem ou inibem certas práticas.

A Escola assume como diretriz pedagógica a educação problematizadora que, alinhada com os princípios de universalidade, integralidade e equidade do SUS, propõe que seus cursos sejam estruturados na Metodologia da Problematização, que possibilita o desenvolvimento de atitudes de reflexão crítica e de compromisso com a prática profissional. Esta opção pedagógica compreende a educação como construção social e política, compartilhada e orientada para solução de problemas importantes no campo da saúde, com vistas à qualificação dos serviços. (Freire,1970)

Com a incorporação de novos aportes teóricos e metodológicos a Escola tem trabalhado no sentido de contribuir com o desenvolvimento das competências profissionais necessárias para garantir a qualidade da formação, assistência e gestão no âmbito da saúde no DF. 

À medida que compreende a ação pedagógica inserida na totalidade da prática social, a EAPSUS espera contribuir para que os trabalhadores da saúde transformem sua vida profissional em algo mais rico, vivo e inovador apropriando-se de recursos e conhecimentos voltados para uma prática pautada no trabalho em equipe e na responsabilidade compartilhada para construção de uma sociedade justa, democrática e participativa.